Carnaval de Florianópolis perde uma grande sambista: Jane Vieira Pereira!

jabne

Uma das raras mulheres que tiveram a oportunidade de se tornar intérprete oficial de uma agremiação carnavalesca.

Jane Vieira Pereira, eterna intérprete da Embaixada Copa Lord, nos deixou ontem.

Ela foi a voz oficial da escola no Carnavais de 1989 e 1990

Ouça Jane em atuação na gravação oficial de 1990 cujo enredo se intitulava “No comércio da vida, vi gostei, mas não comprei”.

Nossos pêsames a toda nação do Morro da Caixa, bem como os familiares e amigos dessa grande sambista.

O velório ocorreu ontem no cemitério do Itacorubi.

 

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

36 comments

  1. JANE VIEIRA PEREIRA, TAMBEM FOI CANTORA DE UM SAMBA ENREDO DA ESCOLA DE SAMBA PROTEGIDOS DA PRINCESA, QUE SE NÃO ME ENGANO É O HINO OFICIAL DA ESCOLA. CANTOU EM OUTRAS ESCOLAS DE SAMBA DE FLORIANÓPOLIS. CANTORA DO STAGIUM 10. FOI CREMADA . SAUDADES! RECONHECIMENTO! GRATIDÃO! SIGA EM PAZ MANEZINHA!

  2. JANE VIEIRA PEREIRA, FOI UMA DAS GRANDES VOZES DO SAMBA DE FLORIANÓPOLIS. CAPITAL CANTORA REVELAÇÃO NO INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO NOS ANOS DE 1970. CANTOU E ENCANTOU EM QUASE TODAS AS ESCOLAS DE SAMBA DA CAPITAL. ERA FUNCIONÁRIA DA ELETROSUL,, PARTIU AO SOM DO SAMBA. SEGUE EM PAZ

  3. JANE VIEIRA PEREIRA – AMAVA O SAMBA. APAIXONADA PELA ESCOLA DE SAMBA EMBAIXADA COPA LORD. TORCEDORA DO FIGUEIRESENSE. DEVOTA DE NOSSA SENHORA APARECIDA. FÃ DA SAUDOSA CANTORA CLARA NUNES, NEIDE MARIA ROSA… DESFILOU NAS ESCOLAS DE SAMBA DE FLORIPA E BEIJA FLOR NO RIO DE JANEIRO. AMAVA AS GIRAFAS. O TRABALHO. A FAMÍLIA. OS AMIGOS.
    ESTIVE COM ELA TODOS OS DIAS NOS ULTIMOS CINCO MESES DE SUA VIDA NO HOSPITAL SÃO SEBASTIÃO.

    AMIGOS E FAMILIARES TAMBÉM ESTIVERAM PRESENTES. ATÉ SUA DESPEDIDA EM NO CREMATÓRIO DE CAMBORIÚ.

    POR FAVOR, SE ALGUÉM TIVER FOTOS, GRAVAÇÕES DELA, QUEIRAM DOAR OU EMPRESTAR A CASA DA MEMÓRIA.

    AH, ÍA ME ESQUECENDO DA SUA PREFERIA ; AQUELA GELADA! TIM, TIM!

  4. NO ANO DE 1973 NA PRIMEIRA AMOSTRA DE ARTES E CIÊNCIAS DO INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO – JANE VIEIRA PEREIRA FOI PREMIADA COM O PRIMEIRO LUGAR COMO INTERPRETE E COMPOSITORA DE UMA MUSICA INTITULADA ; DESTERRO.

  5. SAMBA ENREDO DA ESCOLA DE SAMBA PROTEGIDOS DA PRINCESA NO CARNAVAL DE 1983 ACABOU TORNANDO-SE O HINO OFICIAL DA ESCOLA.

    O ENREDO TEM TEMA DE MURILO FERREIRA LIMA E SAMBA DE LUIZ A. FALCÃO DE MOURA, JOSÉ NAZARENO AMORIM E JANE VIEIRA PEREIRA.

    INTÉRPRETE DESTE SAMBA NA AVENIDA.

  6. CONHECI JANE VIEIRA PEREIRA, EM 1973, ESTUDAMOS NA MESMA TURMA. ELA TINHA 16 ANOS E PARTICIPOU DO 1° CONCURSO DE MÚSICA ESTUDANTIL DO INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO. COMPOSIÇÃO DE AUTORIA DA NOSSA COLEGA DE TURMA, MARIA DA GRAÇA MACHADO.
    MÚSICA INTITULADA DESTERRO.
    JANE, PARTICIPOU COMIGO E OUTROS COLEGAS NUM TRABALHO DE COMUNICAÇÃO DA PROFA ZENAIDE BOTELHO DE ABREU, NUMA ENTREVISTA
    COM A CANTORA ELIS REGINA, NO ANTIGO HOTEL IVORAM, QUANDO A MESMA ESTEVE EM NOSSA CIDADE.
    NESTE MESMO PERÍODO, JUNTAMENTE COM ESTE CONCURSO, REALIZOU-SE O 1° CONCURSO DE ARTES PLÁSTICAS. CONCURSO ESTE QUE PARTICIPEI
    E TAMBÉM PUDE SAIR VENCEDORA.
    HOJE POSSO REGISTRAR ESSE MOMENTO ÚNICO DA ARTE EM FLORIANÓPOLIS E PODER HOMENAGEAR A MELHOR SAMBISTA DE SANTA CATARINA.

  7. TRIBUTO À JANE VIEIRA PEREIRA – PROJETO MUSICAL! PRODUÇÃO MUSICAL: CLÁUDIA BARBOSA (ZININHO) COORDENAÇÃO E PESQUISA: ALZEMIR MACHADO, MARIA DA GRAÇA MACHADO E MARGARIDA RIBEIRO. HOMENAGEM A MAIOR SAMBISTA E PUXADORA DE SAMBA .

    QUE DEUS TE ILUMINE AMIGA…..

    1. PESSOA MARAVILHOSA, SIMPLES. EXCELENTE PROFISSIONAL, COMO INTÉRPRETE.
      QUE PENA QUE NOS DIAS DE HOJE NÃO SE TEM MAIS A JANE!
      NÃO SE TEM PERSPECTIVA DE
      QUE SURJA PELO MENOS
      ALGUÉM PARECIDA COM ELA.
      MARCOU O MELHOR DO NOSSO CARNAVAL!
      (Paulo Elias – sambista)

        1. ” NO COMÉRCIO DA VIDA” – COPA LORD, CAMPEÃ DE 1990

          O FANTÁSTICO DESEMPENHO DA INTÉRPRETE JANE.

          O SAMBA, NA VOZ DA INTÉRPRETE JANE, FOI O PONTO ALTO
          DO DESFILE. ERA UM EMBALO SÓ. PELA PRIMEIRA VEZ, TIVE
          QUE ME CURVAR PARA A IMPORTÂNCIA DAQUELA VOZ FEMININA

          A EMPOLGAR MILHARES DE SAMBISTAS E PLATEIA.
          JANE FOI, INEGAVELMENTE, O DESTAQUE MAIOR DA ESCOLA.
          (AVEZ-VOUS)

          1. JANE, É A PIONEIRA ATÉ OS DIAS DE HOJE. A VISIONÁRIA ESTAVA
            A FRENTE DO SEU TEMPO. ROMPEU COM OS PARADIGMAS DIRECIONADOS AOS HOMENS. OCUPOU OS ESPAÇOS DO SAMBA
            DE PREDOMÍNIO MASCULINO. (ANDREA)

  8. ¨NUNCA NA HISTÓRIA DO SAMBA TIVEMOS NA AVENIDA, UMA INTERPRETE MULHER QUE SEGUROU
    O SAMBA COM FIRMEZA, ALEGRIA E COM UMA VOZ EXUBERANTE QUE CATIVOU A TODOS. RECEBEU
    O PRÊMIO DE MELHOR INTÉRPRETE E CO -AUTORA DO SAMBA ENREDO DA ESCOLA DE SAMBA PROTEGIDOS DA PRINCESA. ATÉ HOJE NÃO TEMOS NENHUMA VOZ FEMININA QUE SEJA DESTAQUE
    CANTANDO SOZINHA NAS ESCOLAS DE SAMBA.
    JANE É A GRANDE VOZ DO SAMBA: QUALIDADE VOCAL/ INTERPRETAÇÃO/INTENSIDADE/ PRESENÇA
    MARCANTE/ PIONEIRA NA AVENIDA. É A PIONEIRA SENDO MULHER ATÉ OS DIAS DE HOJE NO BRASIL”
    ( LUIZ ANTÔNIO FALCÃO DE MOURA – COMPOSITOR)

  9. ” SEMPRE ME SENTI NA OBRIGAÇÃO DE MOTIVAR OS ALUNOS A LER, INTERPRETAR, ESCREVER, CANTAR,
    REPRESENTAR; ENFIM, LEVÁ-LOS A SENTIR A IMPORTÂNCIA DO SER SE MANIFESTAR POR MEIO DA PALAVRA, DA VOZ, DO CORPO; DESCOBRIR-SE DE FORMA INTEGRAL.
    QUANDO JANE VIEIRA PEREIRA ESTEVE SOB MINHA RESPONSABILIDADE NOS BANCOS DO GRANDIOSO INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO, DESTACOU-SE, DE IMEDIATO, PELO SEU MEIGO JEITO DE FALAR E ATENDER AOS APELOS DA PROFESSORA QUE A VIA DE FORMA DIFERENTE: EDUCADA, RESPONSÁVEL, ESTUDIOSA, MUITO SOLIDÁRIA, COMPANHEIRA E, ESPECIALMENTE, CRIATIVA.
    NOSSA CONVIVÊNCIA NÃO SE RESTRINGIA À SALA DE AULA, POIS LIDERAVA UM GRUPO QUE SE INTERESSAVA POR MÚSICA. E FOI NA REALIZAÇÃO DE UM FESTIVAL DA CANÇÃO DO IEE EM 1973 E
    1974 QUE ELA PÔDE SE APRESENTAR.
    NAQUELA ÉPOCA, OS FESTIVAIS DO IEE ERAM PRESTIGIADOS POR AUTORIDADES RELACIONADAS
    À MÚSICA: MAESTRO HÉLIO ROSA, DARCY BRASILIANO DOS SANTOS (PRÓ-MÚSICA), TONINHO DUTRA
    (PIANISTA), DILZA DÉLIA DUTRA (LIGADA AO FOLCLÓRE, À LITERATURA) OSVALDO MELO FILHO (ESCRITOR) BETO STODIECK (JORNALISTA) E PROFESSORES DAS ÁREAS ARTÍSTICAS DO IEE, QUE
    ORGANIZAVAM OS EVENTOS ORIENTADOS PELA DIREÇÃO DA ESCOLA.
    OS PARTICIPANTES ERAM MOTIVADOS PORQUE RECEBIAM PRÊMIOS DE ACORDO COM A CLASSIFICAÇÃO E O EVENTO ERA UMA OPORTUNIDADE PARA SE APRESENTAREM À COMUNIDADE COMO FUTUROS COMPOSITORES, MÚSICOS, INTÉRPRETES. E, ASSIM, JANE SE FIRMOU COMO INTÉRPRETE ( CANTORA) DE NOSSA ILHA.

    SUA QUALIDADE VOCAL E PRESENÇA DE PALCO SE DESTACARAM DE TAL FORMA QUE ENCANTARAM A COMISSÃO JULGADORA, TORNANDO-A UMA PROFISSIONAL RECONHECIDA NO MUNDO DA MÚSICA FLORIANOPOLITANA.”

    PROFA BERNADETE MARIA TARANTO PIAZZA!

  10. DEPOIMENTO SOBRE JANE VIEIRA PEREIRA

    JANE CHEGOU NA STAGIUM 10 NUMA ÉPOCA QUE ERA DIFÍCIL ENCONTRAR-SE UMA CANTORA COM POTENCIAL PARA INTEGRAR UMA BANDA COMO A STAGIUM 10 QUE JÁ TINHA NOME NO SEGUIMENTO DE BAILES E QUE SE SUJEITASSE ÀS OBRIGAÇÕES DE ENSAIOS E VIAGENS.
    ERA UMA MOÇA ALEGRE E BONITA NATURALMENTE. TINHA UMA BELA VOZ, LÍMPIDA E FORTE, LEMBRANDO A VOZ DE CLARA NUNES. A STAGIUM 10 SEM DÚVIDA FOI SUA MAIOR ESCOLA, ONDE DESENVOLVEU UM REPERTÓRIO COM MÚSICAS DE TODOS OS GÊNEROS COMO É O REPERTÓRIO DE UMA BANDA DE BAILE. CRESCEU TECNICAMENTE COMO CANTORA NA REGIÃO, DEIXOU A BANDA PARA DEDICAR-SE AO GÊNERO MUSICAL QUE MAIS GOSTAVA DE CANTAR. ERA UMA SAMBISTA COM TODAS AS LETRAS.
    DURANTE O TEMPO EM QUE ESTEVE NA STAGIUM 10 AJUDOU A CONSOLIDAR O NOME QUE A BANDA DESFRUTA NO SUL DO BRASIL, NO SEGUIMENTO DE BAILES.
    SOMENTE TEMOS BOAS LEMBRANÇAS DO SEU TEMPO NA STAGIUM 10.

    MAESTRO JOSÉ RIBEIRO ( ZEZINHO) – TITULAR DA STAGIUM 10

  11. JANE VIEIRA PEREIRA FOI UMA LUMINOSA REPRESENTANTE DA MÚSICA ILHOA.
    UMA TALENTOSA MANEZINHA QUE VIVIA A BOEMIA COM ALMA E NOTAS
    MUSICAIS.
    MORENA, BREJEIRA, SORRIDENTE!
    FOI MUITO CEDO ALEGRAR E CANTAR EM OUTRAS DIMENSÕES.
    MAS FICOU A SUA GARGANTA DE OURO E O SEU CORAÇÃO ENTREGUE
    A NOSSA ILHA!

    ( Profa Tânia Francalacci Schambeck)

  12. ” Triste esta notícia do falecimento precoce de Jane Pereira, que voz! puxou sambas enredos da Embaixada Copa Lord na década de 80 comigo apenas no cavaquinho, e o amigo Celinho da Copa Lord
    fazendo os gritos de guerra, tempos de saudade, assisti quando ganhou o concurso defendendo na FAC o
    samba de José Nazareno Amorim, Luiz Falcão de Moura e Jane Pereira Das Bananeiras do Libânio ao Palácio do Samba, que se tornou o hino da Protegidos… Vai deixar muita saudade minha amiga de voz grave… Cante no céu agora…. (Wagner Segura)

  13. ” PESSOA ILUMINADA, GRANDE AMIGA, FOI CANTORA NAS DÉCADAS DE 70 A MEADOS DE 90.
    DEFENDEU SAMBAS ENREDOS DE QUASE TODAS AS ESCOLAS DE FLORIANÓPOLIS.
    NOS BRINDAVA COM SUA VOZ MARAVILHOSA, CANTANDO CLARA NUNES, BETHY CARVALHO E
    TANTOS OUTROS.
    FOI POR MUITOS ANOS A RAINHA DA ANTIGA BANDA MEXE MEXE.
    TRABALHOU EM JORNAIS E POR ÚLTIMO NA ELETROSUL.
    QUE O SEU CAMINHO SEJA TÃO ILUMINADO QUANTO FOI AQUI ENTRE NÓS.”
    (CACAU MENEZES)

  14. DIA 23/11/2016, FOI CANCELADA A HOMENAGEM IN MEMORIAM À JANE.
    DIA 25//11/2016, DATA DO SEU ANIVERSÁRIO DE NASCIMENTO. O SHOW EM HOMENAGEM FOI
    CANCELADO PORQUE NÃO TIVEMOS O DINHEIRO PARA PAGAR OS MÚSICOS.
    JANE, GRAVOU GRATUITAMENTE O SAMBA ENREDO DA EMBAIXADA COPA LORD, COMO PRESENTE À ESCOLA. ALÉM DE CANTAR SEM COBRAR PARA MILHARES DE PESSOAS E AMIGOS!

    * 25/11/2016
    + 10/03/2016

  15. “Sinceramente, acho estranho ter que pedir autorização para fazer homenagens de reconhecimento, para
    quem quer que seja o homenageado. A homenagem é ” in memoriam”. ”

    “A memória de uma pessoa não é propriedade de ninguém, nem mesmo dos familiares.”

    1. Estranho, é a pessoa que quer fazer a homenagem não falar com ninguém da família(sendo que conhece a todos) e ainda dizer que a homenageada só tinha uma irmã, que estava doente, e que por isso não compareceria a tal homenagem.
      A Jane não só tinha, como ainda tem família. Tem 5(cinco) irmãos que sempre a amaram, amam e vão amar para sempre. E de acordo com a LEI, tem que pedir sim, autorização, para o que quer que seja, que esteja ligado ao nome, a imagem, a voz, a autoria de músicas ou memória dela.
      A única coisa que a família quer, é que ela descanse em paz.

  16. Depoimento Sobre Jane Vieira Pereira
    Pelo Professor de História Adevilton Bernardes – ex aluno do IEE e ex diretor do IEE

    FUI AMIGO DA JANE, NOS CONHECEMOS NO IEE. SINTO-ME ORGULHOSO DE TER PARTICIPADO DA VIDA ARTÍSTICA DELA. CRIEI O FESTIVAL INTERNO DA CANÇÃO DO IEE (FICE), NO ANO DE 1973.
    COMO ALUNO, FUI PRESIDENTE DO CENTRO CÍVICO DO IEE. TENHO SATISFAÇÃO DE TER CRIADO
    ESSE FESTIVAL, ONDE JANE SE DESTACOU COMO CANTORA. TORNANDO-SE ASSIM, A PRIMEIRA E ÚNICA MULHER INTÉRPRETE CANTORA DE SAMBAS ENREDOS DO BRASIL.

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *