Carnaval de Joaçaba – Conheça o enredo e ouça o samba da Acadêmicos do Grande Vale

vale

Apresentamos nesta matéria a escola de samba Acadêmicos do Grande Vale

Sua fundação ocorreu no ano de 2012. Trata-se da caçula do grupo especial de Joaçaba.

No carnaval de 2015, foi a quarta colocada com o enredo No Coração da África uma profecia – com a benção dos Orixás, nasce a Academia

Confira o desfile que foi transmitido pela Record News que contou com aproximadamente 1000 componentes.

Já o enredo 2016 se intitula Da Praça do Herval ao Planalto Central…O negrinho! Menino Jorginho! Amigo do Peito do Carnaval desenvolvido pelo carnavalesco Jorge Zamoner.

Veja abaixo o samba-de-enredo, bem como sua respectiva letra:

Autores: Preto Pelegrin, Mestre Digão, Juninho Art e Everton Torres

Intérprete: Édson Liz

Convidado especial: Rodrigo Atração

https://www.youtube.com/watch?v=38h_khDlttk

VOU CANTAR… A HISTÓRIA DESSE AMIGO MEU
TRAÇO DE LUTA E VITÓRIAS, QUE NA MEMÓRIA… PREVALECEU

NASCEU NESSE CHÃO ILUMINADO…
DO CABOCLO CONTESTADO… DA MISCEGENAÇÃO
E, SOB A BENÇÃO DE NOSSA SENHORA…
TRAÇOU SEU CAMINHO COM DEVOÇÃO
O MENINO CRESCEU, SEU DESTINO TRILHOU ÔÔÔ
VENDEU DOCE NA PRAÇA… BRINCOU E FEZ PIRRAÇA
SER ARTISTA ELE SONHOU

AINDA JOVEM DEFENDEU… SUA GENTE
LIDEROU BONS IDEAIS…
VENCEU BARREIRAS… CRUZOU FRONTEIRAS
‘SEM PERDER A TERNURA JAMAIS’

NA ‘ILHA’… O ‘NEGRINHO’ SEGUIU TRABALHANDO
COM CARINHO, NO POVO PENSANDO…
A ‘BOLSA, JORGINHO’ CRIOU
INCENTIVANDO A CULTURA E A IGUALDADE SOCIAL

FEZ NA ‘ROTA, AMIZADE’… SEM IGUAL
E DO HERVAL, SE LANÇOU MAIS ALTO…
CHEGOU AO PLANALTO CENTRAL

A ACADEMIA… QUE, ‘FAZ A HORA, NÃO ESPERA ACONTECER’
FAZ A HOMENAGEM PRA VOCÊ…
JORGINHO MELLO… DESTAQUE NACIONAL
‘ACADÊMICO’ DE FÉ, GUERREIRO…
VERDADEIRO AMIGO DO CARNAVAL!

QUANDO UM SONHO INVADE A ALMA… É INSPIRAÇÃO
É PURA EMOÇÃO!
NA AVENIDA… UMA CANÇÃO
EM VERMELHO E BRANCO…
‘É ‘NOSSO’!… E BATE FORTE!’ NO CORAÇÃO!

Agora conheça a sinopse 2016:

Hoje, a Acadêmicos do Grande Vale te convida a cantar o sonho de um sonhador, a história de um amigo… de um vencedor. Olhar pro “Menino” e para o destino que, sob a benção de Nossa Senhora da Aparecida, ele mesmo traçou. Vamos viajar no tempo. Descortinar na avenida essa paixão, ir mais além. Tocar o coração num só tom… num só sentimento. Reviver momentos que no tempo ficou: uma brincadeira; uma lembrança de infância; e os sonhos que de sua memória jamais apagou. O “Negrinho” sonhou e, com fé e determinação, cresceu. Com a mesma coragem dos nossos antepassados, destemidos homens do contestado – que com bravura e trabalho plantaram a estrada de ferro por este sertão iluminado – “Jorginho” se lançou, venceu. Trilhou sua estrada, dormente a dormente, e, incansável e persistente, fez de seu trabalho uma constante luta por sua gente. Levou com ele nossos sonhos, nossos anseios, nossa região. Esse chão de imigrantes, terra do caboclo, da miscigenação. E, sendo assim desse jeito, se tornou nosso verdadeiro amigo do peito, homem de palavra e batalhador. De vendedor de doces na Praça do Herval alcançou o Planalto central e, hoje, brilha em nosso carnaval. Pois, quando o sonho invade a alma, surge a inspiração… uma canção. O sangue ‘vermelho acadêmico’ corre mais rápido pelas veias, e faz pulsar muito mais forte o Coração! Criação e Concepção: Jorge Zamoner

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *