Compositores de Floripa vencem samba em Porto Alegre

gravatai

A Acadêmicos de Gravataí, escola do Grupo Especial de Porto Alegre, definiu seu samba para o carnaval de 2014 neste domingo. O samba que ecoará na capital gaúcha é de autoria de Conrado Laurindo, Fred Inspiração, Ricardo Abraham e Willian Tadeu, que em Florianópolis integram a Ala de Compositores da Protegidos da Princesa, em parceria com o virtuose carioca Victor Alves, que por dois anos integrou o carro de som da escola do Mocotó.

O quarteto de Florianópolis vence pela segunda vez na Acadêmicos de Gravataí. Em 2012, foram autores do samba “A onça negra canta e samba Passo Fundo”. No final desta matéria, você encontrará um vídeo com um trecho do desfile para relembrar o samba.

A “onça negra”, como é conhecida a escola gaúcha, recebeu 11 sambas, dos quais três tinham participações catarinenses. Além da parceria campeã, concorreram as obras de Barãozinho, Da Silva, Nellipe e Sequinho do Cavaco (em parceria com o gaúcho Leandrinho LV) e de Alisson de Oliveira. Também vale registrar a participação de compositores conhecidos do samba carioca, como Cláudio Russo, Dilson Marimba, Diego Nicolau e Gustavinho Oliveira, do samba paulista, como André Filosofia e Xandinho Nocera, e do samba gaúcho, como Rafael Tubino, Arilson Trindade e Juliano Centeno. Clique aqui para ouvir todos os sambas concorrentes.

Sexta colocada no último carnaval, a Acadêmicos de Gravataí será a quarta escola a desfilar em 2014, com o enredo “Caprichando e Garantindo: Gravataí te leva a festejar na ilha de Tupinambarana!”. Confira abaixo o samba e relembre o desfile de 2012.

Acadêmicos de Gravataí
Presidente: Rita Bittencourt
Presidente de Honra: Heitor Bittencourt
Carnaval 2014
Caprichando e Garantindo: Gravataí te leva a festejar na ilha de Tupinambarana!

Compositores: Conrado Laurindo, Fred Inspiração, Ricardo Abraham, Victor Alves e Willian Tadeu

 Rompe o silêncio da mata
Ecoa o som do tambor
Brincantes anunciam a chegada
Eu naveguei pelo rio-mar
Pra “garantir” e “caprichar”
Na ilha que Tupã abençoou
De povos guerreiros, eterna morada
A terra encantada que um dia amargou
“Presente” para o invasor

LENDAS QUE O VELHO CABOCLO CONTOU
ESSE CANTO QUE ME ENFEITIÇOU… É IARA!
CURUPIRAS, CAIPORAS AO LUAR
E O PODER DO GUARANÁ… JÓIA RARA!

Heranças que o tempo guardou
Essa energia que paira no ar
O ritmo, o canto, o boi
A vibração que vem nos encantar
Bate o tambor, a tradição
Nasce mestiça nesse chão
A lenda renasce em versos e se faz real
(É Parintins no carnaval!)
Do olhar, caiu de novo a emoção
Ao ver o meu povo campeão
Guiai, ó Padroeira, qual luz de uma “estrela”
Que mora no meu “coração”

QUEM FAZ TODO O POVO CANTAR E SORRIR?
QUEM FAZ A GALERA VIBRAR E APLAUDIR?
É A ONÇA QUE VEM DA FLORESTA
DE CARA PINTADA NA FESTA
NA ALDEIA DE GRAVATAÍ!

 

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

One comment

  1. Palmas a esses “meninos de ouro” que tão belamente cantam a “Onça que vem da floresta, de cara pintada na festa na Aldeia de Gravataí”….Parabéns!!!!!

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *