Floripa – Conheça a história de superação do coreógrafo da Comissão de Frente Carlos Aberto Cabral

13906978_2069363229956323_1049715438472145690_n

Imagem do coreógrafo Carlos Alberto Cabral durante apresentação na Nação Guarani  ao lado ex-presidente Márcio Schitz – Crédito:  Facebook

Uma linda história de superação no Carnaval 2018.

Em junho de 2017, o Coreógrafo da Comissão de Frente da Nação Guarani descobriu que contraiu dupla falência renal.

Diante disso, ficou um mês internado para a colocação do cateter para fazer hemodialise e neste tempo teve uma hemorragia.

Mesmo diante do tratamento, ele desenvolveu com maestria seu trabalho junto a Comissão de Frente rumo a última Folia.

Porém, na semana do desfile ele foi internado e teve que fazer duas novas operações de cateter.

Mesmo contra a opinião da família, ele foi desfilar no sábado num quadro pós-operatório e totalmente debilitado. Por amor a sua profissão e ao Carnaval.

Ele declara: “André, nunca recebi tanto apoio e energia na minha vida. Foi algo mágico e ao mesmo tempo temerário, pois meu quadro era complicado”.

Como se sabe, a Nação Guarani teve problemas financeiros durante o processo de realização para o Carnaval 2018. Isso se refletiu na Passarela Nego Quirido.

Contudo, a estrela de Carlos Alberto Cabral cintilou e propiciou um dos momentos mais mágicos e lindos desse Carnaval. Algo que transcende o espetáculo e a colocação final.

Algo que apenas o Carnaval explica. Diante do intransponível, surge a superação.

Para o Carnaval 2019, ele estará firme e forte a frente da comissão da Nação Guarani, mesmo com todas as limitações físicas.

São por momentos como este que o site Na Avenida continua seu trabalho.

Parabéns e Muito obrigado Carlos!

CompartilheShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *