Floripa – Leia a declaração de afastamento de João Benites do cargo de diretor de Carnaval da Nação Guarani

joao 1
João Benites e sua esposa Elzi Maestri – Crédito Foto: Facebook Elzi Maestri

Matéria redigida pelo próprio João Benites e transmitida na íntegra pelo Site Na Avenida:

“Boa noite,

Venho através desta comunicar meu afastamento do cargo de Diretor de Carnaval da G.R.E.S Nação Guarani.

Foram cinco anos de muita dedicação e trabalho em prol da agremiação.

Minha saída é por motivos pessoais e quero agradecer a todos que estiveram comigo nesta caminhada. Muito obrigado!

Não se trata de uma despedida, mas na verdade de um até breve. Pretendo retornar em 2017, pois serei candidato à Presidência da Nação Guarani.

Obrigado comunidade do Caminho Novo, obrigado Palhoça por me receber tão bem! Não citarei nomes para não ser injusto ou esquecer alguém.

Até breve!”.

 

 

 

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

4 comments

  1. Zona de desconforto

    João mais uma para leitura e reflexão.

    Administração com novo plano de gestão e aplicação de mudanças para ser tornar realidade muitas vezes tem que entrar em zona de desconforto, pois já é sabido que toda mudança gera resistências, desencontros e desconfianças. E como as pessoas preferem não entrar em área de conflitos acabam acomodadas naquilo que eu chamo de zona de conforto por ser o mais fácil e natural, para que mudar se está bom assim e ai a gente sente-se emparedado, angustiado sem os pés no chão. Por este motivo vou abordar o contrário, falar o quanto é importante a zona de desconforto. Afinal ela pode ser ótima para um novo sentido da vida, principalmente no aspecto de sermos mais verdadeiro e conseqüentemente mais respeitado. Que me perdoem os que nem se “arriscam e nem petiscam”, ou que não movem uma palha do lugar na busca por qualquer tipo de mudança, e ainda os que esperam cair do céu suas oportunidades de ascensão.
    – A vida tem me mostrado que as experiências enriquecedoras muitas vezes vêm quando se sai da rotina, do comodismo e se enfrenta as adversidades, não contando nem com a
    sombra e tão pouco com a água fresca.
    – Se a zona de conforto faz com que a pessoa se sinta incapaz de mover-se ao crescimento, a zona de desconforto opera de forma decisiva ao rumo da proclamação da autonomia. Por mais que uma pessoa resista vir para a zona de desconforto, um dia obrigatoriamente acaba sendo lançada à ela, pois não conheço ninguém que nunca tenha passado por um momento de dificuldades, obrigando-se a não assumir a posição de pessoa derrotada. Permita-se, portanto, as novas experiências, por mais desconforto que isso possa trazer isso pode lhe revelar algo extraordinário.
    – Deixo claro que não estou convidando a todos para ficarem na zona de desconforto, mas alertando aos que pensam que o conforto é estático e o paraíso eterno. Enfrentar o desconforto e sair dele é o mesmo que multiplicar suas chances de ser feliz, sem medo de ousar, sem medo de errar, sem medo de mostrar seus defeitos e até sentimentos, sem medo de mudar de vida. Ir para a zona do desconforto muitas vezes é acreditar que você pode vencer e chegar ao sucesso.
    Não desista o primeiro passo foi dado, comece por sensibilizar e envolver as pessoas a tua volta para essa nova caminhada, para depois modificar processos e estruturas organizacionais, isto trará o que se chama de área de tranqüilidade, e para que isto aconteça se faz necessário fazer o seguinte:

    1. Primeiramente estabeleça o real objetivo da mudança.

    2. Planeje a mudança.

    3. Faça contato com as pessoas-chave.

    4. Ouça e envolva as pessoas com a mudança.

    5. Promova reuniões.

    6. Implante por parte as mudanças.

    7. Treine o grupo de seus colaboradores.

    8. Acompanhe e oriente seu grupo de colaboradores.

    9. Avalie o papel de cada um de seus colaboradores.

    10. Esteja atento às resistências.

    11. Cobre as mudanças conforme cronograma pré estabelecido.

    12. Analise o perfil de cada colaborador e a onde melhor ele se enquadra

    13. E muito cuidado com as mudanças que não são mudanças.

  2. Mi nombre é omar cesar frutos presidente da comissão organizadora de carnaval do interior formoseño da república argentina quisiera contactarmos com você para o acordo de acordo com a apresentação de sua escola de samba no nosso corsodromo por três dias consecutivos aqcordar condições e montes de contrato em lo Posible mi numero de telefono es 3704306719 via wasap

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *