Imperadores do Samba (RS): 2 sambas de Floripa são selecionados

A Imperadores do Samba, de Porto Alegre, uma das mais populares escolas do sul do país, anunciou os sambas selecionados para se apresentar na quadra em seu festival de samba-enredo. Ao todo, foram inscritos 16 sambas e selecionados 8. Destes, dois são de parcerias de Florianópolis, cujos trabalhos você pode conferir abaixo. Vice-campeã do carnaval de 2012, a Imperadores desfilará o enredo “Do feitiço das cores, o milagre da maquiagem”.

Samba nº 1 – Alexandre Feijão, Leleco da Ilha e Neném do banjo

Hoje eu vou pintar /as cores do meu leão/
sou imperadores /conquistei vários amores
vermelho e branco é paixão/
maquiado no meu coração/
(refrão)
Fonte de inspiração/ fui no passado buscar/
entender a essência/ Pintura arte de camuflar/
na magia da cores/ a fé os rituais/
pintar a guerra/ não quero mais
no egito sob rosto do faraó/
cleopatra quando se delineou/
o mundo encantou/.Hoje é Dia de festa /
a juventude busquei na maquiagem me transformei.
Na china o drama encenei
No japão beleza exalei
A índia é milenar a vida a contornar
A sinfônica a desenhar Música…Música no ar
(bis)
Proibida na idade media/ um tom cinza ganhou
/ rompendo barreiras/ a beleza retornou/
O circo leva alegria/ fazendo o meu povo sorrir/
Renascença era de luz / Veneza mascarados
/Carnaval que seduz./a africa /américas/
tribos em devoção/na modernidade/
um beijo marcado de batom/do cinema a TV/
ganhei o oscar /nessa opera divinal /

 

Samba nº 11 – Conrado Laurindo, Fred Inspiração, Ricardo Abraham e Willian Tadeu

Desperta o mais belo matiz, teu olhar
Tinge a noite de puro esplendor
REVELA A “MAGIA DAS CORES”
DIVINO É TEU MANTO, SOU “IMPERADOR”

Se teu semblante expressa o ardor da batalha
Se a forma singela, a face detalha
Na “branca pele” que seduz
Reflete o “drama”, tua alma reluz
Encanto que o mundo “enfeitiçou”
O homem se ilumina de saber
Proibido fez-se renascer!!

RIA PALHAÇO, Ô
“PINTA” ESSE MUNDO DE PAZ
ENXUGA ESSA LÁGRIMA DE AMOR
“MASCARADA”, TODA A OFENSA SE DESFAZ

Delineando beleza e poder
Desenha na pele vermelha a raiz
Moderna, cai no gosto popular
No cinema, faz o povo delirar
E quando a noite cai, se transforma em “rainha”
Traçando o meu sonho, me cobre de cores
Traduz o fascínio do meu carnaval
É só olhar… que em meu rosto você pode ver
O meu orgulho de ser
Imperador até morrer!!

NÃO É MAQUIAGEM, É A MINHA PAIXÃO
GRAVEI ESSE AMOR NO MEU CORAÇÃO
SOU A ESCOLA DO POVO A BRILHAR
MINHA SINFONIA É DE ARREPIAR!!

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *