Império Vermelho e Branco anuncia enredo 2019

Logo Império Vermelho e Branco

Mais uma agremiação de Florianópolis anuncia o seu enredo para o carnaval 2019: Império Vermelho e Branco, da comunidade do Pantanal e que desfila pelo Grupo de Acesso do carnaval florianopolitano.

A escola de samba apresentará na passarela Nego Quirido em 2019 o enredo “Pérolas negras, guerreiras mulheres” de autoria do carnavalesco Oziene Furttado.

Em sua página numa rede social pode-se ter uma idéia do que será apresentado:

O enredo irá falar da força , garra e determinação das mulheres negras , as lendas , crenças…Todo o sincretismo religioso através de estórias de superação e determinação que envolve toda a beleza destas belas mulheres que com seu talento e arte escreveram suas estórias de vida numa sociedade preconceituosa e que hoje brilham em diversos aspectos em nossa cultura em geral.”

As agremiações já se movimentam…

Equipe Na Avenida – Ano VII (equipenaavenida@gmail.com)

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

One comment

  1. Mulher Negra nessa pátria nada gentil.

    “A mulher negra carrega, no Brasil, uma lamentável história de empréstimos, de concessões de nomes. Pois a africana que aqui chegava era destituída de suas designações ancestrais e de seus vínculos de parentesco. Assim, aquilo que nos conferiria identidade foi obliterado de nosso currículo. A nomeação de várias delas e o silêncio sobre tantas outras, antes de ser considerada apenas uma injustiça, é também um diagnóstico de que tal invisibilidade reclama por ações emergenciais, que restituam a essas estrelas o brilho que lhe és inerente.”

    Mulher Negra – mística flor do mundo sua historia e sua trajetória.
    Com as bênçãos da nossa Ancestralidade e com a fé em Nossos Orixás e no esforço de continuar o trabalho e a luta de quem veio antes: Salve África! Salvem os Novos Quilombos! Semente de uma luz radiante cheia de vida! Salve as negras mulheres!Salve esta pátria negra mãe, que há muito precisa ser gentil para acabar com as desigualdades.

    Edu Aguiar
    25/07/2018

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *