Joaçaba – Conheça a sinopse na íntegra do enredo 2017 da Unidos do Herval

herval-sinopse
Imagem do desfile da Aliança 2016 – Crédito: Liesjho

A escola de samba do grupo especial de Joaçaba Unidos do Herval divulgou na íntegra a sinopse do seu enredo 2017.

Como se sabe, o mesmo se intitula “Eu profanei, pulei, brinquei. Foram as ordens do Rei” e é de autoria do carnavalesco Zezzo Henzze.

Veja a logomarca oficial do enredo 2017:

logo-herval

Agora leia na íntegra a sinopse do enredo 2017. Vale frisar que em breve ocorrerá o lançamento do samba enredo:

“Tanto riso, oh quanta alegria! Mais de mil palhaços no salão –  Arlequim está chorando pelo amor da Colombina.

No meio da multidão foi bom te ver outra vez! Está fazendo um ano foi no carnaval que passou! Eu sou aquele Pierrô que te abraçou que te beijou, meu amor.

A mesma máscara negra que esconde o teu rosto ru quero matar a saudade. Vou beijar-te agora! Não me leve a mal Hoje é carnaval! Máscara Negra, de Zé Ketti e Pereira Mattos Tire a tristeza da cara, deixe o riso te contagiar.

É tempo de fantasia, de brilho, de alarido, de sorrir colorido, de alegrar tua vida, pois desponta na avenida a Unidos do Herval. Vem brincante, esfuziante, com energia contagiante, minha Águia mais bela, rainha da passarela, dona do Carnaval. Se o coração estava apertado, não precisa mais chorar, a Unidos está de volta, é hora de sambar. Com limão de cheiro vai te perfumar, te arrastar pela avenida, alegrar tua vida, te fazer cantar.

É tempo de Carnaval, alegria sem igual, ‘simbora’ comemorar. Eu Profanei, Pulei, Brinquei. Foram as Ordens do Rei. Nesse enredo de magia, tem Arlequim, tem Colombina, tem Pierrot apaixonado que procura desolado seu amor na folia. E pra tudo não se acabar na Quarta feira, levanta, sacode a poeira, vista a fantasia nas cores da alegria, de qualquer jeito ou maneira. E se a vida é passageira, o melhor mesmo é sambar.

Com fantasia de romano, de bacante, pagão, seja mais um folião na passarela da vida. Se entregue ao prazer de brincar, sorrir, cantar, comemorar. Numa primavera de cores, de flores e sublimes odores, deixe Baco sambar, afinal, não me leve a mal, hoje é Carnaval. E pode beber sem mágoa, que esse vinho não é água. No Egito busque inspiração para alegrar teu coração. Levanta o “bumbum” da cadeira, a deusa Ísis te espera, de asas abertas onde o dourado impera. Tem festa, tem colheita, arruma a fantasia te ajeita, “vambora” com a Unidos desfilar.

Nesse cortejo triunfal eu também vou me esbaldar. Em Veneza pode passar, amor mascarado a desfilar, nas gôndolas tão enfeitadas, coloridas e adornadas de alegria em efusão. Brincar na Praça São Marco, vestido de Doge, de braços dados com o Leão. Com a noite cai a magia, a lua engalanada coroa meu coração mascarado, um eterno apaixonado pela folia do carnaval. E depois dessas viagens de encanto e magia, troque a fantasia e continue na avenida. A folia não se acaba, “bora” homenagear Joaçaba, cidade da festa maior.

Abra o lança perfume, espalhe confete e serpentina, entre no canto e na rima, o importante é sambar. Se é Momo ou o Diabo, o senhor desta algazarra, dono absoluto da farra, está decretada a lei: EU PROFANEI, PULEI BRINQUEI, FORAM AS ORDENS DO REI!”

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *