Liesf – NOTA DE ESCLARECIMENTO

LIESF encaminha nota de esclarecimento sobre decisão judicial;

“Em virtude da decisão judicial que acarretou na ação de despejo expedida neste final de semana, a Liga das Escolas de Samba de Florianópolis vem a público esclarecer que:

Desde o lançamento do projeto da Cidade do Samba em 2008, que não saiu do papel, o Governo do Estado de Santa Catarina, através da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura, se comprometeu em apoiar destinando recursos para o pagamento do aluguel dos barracões das escolas de samba.

As escolas não teriam condições de arcar com tais custos pelos altos valores aplicados pois se tratam de grandes pavilhões em metragens, acima de 1.000 metros quadrados. Este apoio foi concretizado nos anos de 2009, 2010, 2011e 2012.

De 2013 em diante, esse aporte não foi mais realizado pela secretaria fato que se agravou após o incêndio ocorrido em 2014, em São José, nos barracões das escolas Embaixada Copa Lord e União da Ilha da Magia e que interditou também os barracões das escolas Unidos da Coloninha e Consulado, colocando em risco a realização do Carnaval 2015.

A Liga das Escolas de Samba de Florianópolis, diante desses fatos, não mediu esforços e com o apoio do secretário Filipe Mello se encarregou de providenciar a locação de um complexo de pavilhões em uma outra área de São José para atender as nescessidades emergenciais das escolas de samba que compreendem principalmente a construção das alegorias e adereços para os carnavais seguintes.

A Liesf tinha o compromisso e a garantia da secretaria para o apoio aos aluguéis do novo complexo de pavilhões já em Janeiro de 2015, fato este que não se concretizou e acarretou no atraso de pagamento e consequentemente na ação de despejo.

Mesmo assim, a Liga criou alternativas para conseguir rever a ação até o Carnaval 2016, viabilizando mais de R$ 200 mil para o pagamento de pelo menos 5 meses de aluguel. Os recursos foram captados junto à iniciativa privada, garantindo assim a realização do Carnaval 2016.

A Liesf reforça mais do que nunca a importância da execução do projeto Cidade do Samba, o qual já se tornou realidade nas principais capitais do nosso país.

Nesta segunda-feira, às 11 horas, o presidente Joel Costa Júnior e o secretário Filipe Mello irão se reunir para buscar uma solução imediata para o problema.

A Liga reconhece a dívida e tomará as medidas cabíveis e necessárias para salvaguardar o patrimônio das agremiações bem como garantir a produção e o trabalho das escolas com vistas ao carnaval de 2017.”

Nota enviada pelo Presidente Joel Brígido.

12961565_1070550369672859_8803411826465513185_n

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *