No Passo do Samba com a Ala de Passistas da Embaixada Copa Lord

passistascopa.jpg1

A princípio gostaria de lhe agradecer pela oportunidade de expor nosso trabalho e ainda dizer que é uma honra para nosso grupo realizar esta conversa.


Nosso trabalho iniciou-se por meados de setembro de 2012, dando continuidade ao trabalho de excelência outrora realizado por Dayana da Jesus. Nesta fase Manu, iniciamos um resgate as meninas que já participavam da Ala, uma a uma e posteriormente abrimos as vagas, dando prioridade a principio para as meninas remanescentes da Comunidade do Morro da Caixa ( Mont Serrat) e em seguida a todas as interessadas, indo de encontro ao que previa a gestão ou seja o retorno da Comunidade a Escola. 

Tudo se encaminhou muito bem e assim sendo montamos nosso grupo.

Desde o início nosso trabalho com as meninas se pautou no respeito as diferenças , na quebra de atritos que compõe o ego feminino, na dedicação total a escola e ainda no que diz respeito a valorização de cada uma como parte integrante deste grupo, pois além de complemento, elas tem atualmente o papel de somar com a diretoria da escola Manu, papel esse que exercem com presteza desde que iniciamos os trabalhos. Damos ênfase em tomar ciência da necessidade e dificuldade de cada uma, abrimos espaços democráticos para elas opinarem sobre tudo e em contra partida elas se doam de coração.

Atualmente Manu, temos a Ala de Passistas não apenas como uma ala, mas como um projeto da escola, projeto este que prevê longos vôos no que diz respeito à valorização deste segmento. Sabemos que fazemos a diferença no Carnaval e temos a obrigação de voltarmos/começarmos a agir como personagens distintos que somos e melhorarmos nossa imagem, independente de qualquer percalço.

Eu, Tatiane Barbosa e Sabrina Barbosa, que são as meninas que coordenam a ala ao meu lado confiamos muito neste trabalho e nesta velha /nova equipe, sabemos que passista não é remunerado para viver de samba, que são gastos com ensaios e figurinos e etc., desta forma entendemos que viver de samba é muito pouco para tamanha dedicação, elas não tem escolha fazem por amor, pelo samba e pela sua escola de coração.

Infelizmente a não ocorrência do carnaval 2013, trouxe muita frustração ao grupo como a nós amantes do Carnaval de um modo geral, assim sendo, o trabalho realizado com louvor acabou dando uma fragmentada o que já vem sendo retomado ao longo dos meses, pois assim como temos o intuito de trazer show a Avenida , também temos alguns projetos como a escola de Passistas e o Projeto Passistas Mirim para por em prática e sempre contando com o auxilio delas, somos um grupo democrático e elas têm em todas as decisões tomadas.

Atualmente contamos com 59 passistas Manu, sendo que entre estes, 54 do sexo feminino e cinco masculinos ( inovação na escola). A respeito das vagas ainda estamos recrutando homens, sendo que para as vagas femininas ainda temos que realizar nova reunião e analisar as possíveis vagas sobressalentes.

Para o Carnaval de 2014 a Copa Lord trás como enredo as Mulheres e desta feita representaremos Joana D’arc, grande guerreira e heroína Francesa que lutou na Guerra do Cem anos, sendo condenada a morte na fogueira. Os meninos levarão o figurino de inquisidores o que dará uma representação muito fiel e original. Temos certeza que será um lindo espetáculo.

A respeito das fotos, gostaria de lhe enviar uma linda foto do grande grupo, no entanto devido a não ocorrência do carnaval, falta de ensaios gerais e etc., não será possível, mas lhe prometo para uma oportunidade futura. Mandarei-lhe assim algumas diversas que possuímos em nossos arquivos durante estes 9 meses de trabalho.

Quero expor igualmente o grande apoio e contribuições relevantes que o mestre Léo Zeus tem dado a nossa ala, assim com a contribuição que a grande Leka deu enquanto esteve na equipe de coordenação, até se ausentar para assumir o posto de musa da escola.

A princípio era isso Manu, me coloco a disposição para maiores esclarecimentos e mais uma vez agradeço a oportunidade, o amor que elas tem a escola, move o nosso amor e da continuidade ao trabalho, cada movimento dos pés e dos corpos e cada trejeito facial trás vida ao nossa luta.

“QUEM É COPA LORD NÃO FOGE A LUTA”.

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

2 comments

  1. Muito bacana a caminhada dessas meninas! PARABÉNS!
    Em relação ao passistas masculinos espero que a escola e responsáveis estejam selecionando passistas que dancem como homens! E não como as MENINAS!
    Porque a linha fica bem tênue ao ridículo um passista masculino que samba que semelhante as garotas!
    Fica dica de um admirador do carnaval!

    Abraços!

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *