Porto Alegre -Matéria Especial – Porta-Estandarte: Amor de Mãe para Filha!

Colagem sem título

Uma das características marcantes do Carnaval de Porto Alegre é a existência de certas particularidades.

Como, por exemplo, a Descida da Borges. Trata-se de um Ensaio que goza de mais prestígio entre os foliões do que propriamente o Ensaio Técnico (chamado de Muamba).

Outra particularidade muito própria da Folia Porto-Alegrense é a Porta-Estandarte. Tradicionalíssima da folia gaúcha, ela tem um responsabilidade muito grande, uma vez que carrega toda a tradição e a história da agremiação.

Para se ter uma ideia, existe uma categoria específica no Estandarte de Porto-Alegre para premiar a Porta-Estandarte e é superconcorrida.

Ciente disso, o repórter André Filosofia entrevistou duas grandes personalidades da folia gaúcha para conhecer um pouco mais dessa tarefa: A Primeira Porta-Estandarte do Bambas da Oficial Sueellen Sueh (a escola mais antiga do Carnaval de Porto Alegre) e a Porta-Estandarte Mirim da Império da Zona Norte Kaylane Garcia Paes.

Detalhe: elas são, respectivamente, mãe e filha.

Ao lado da filha Kaylane, desfila na Estação Primeira de São Léo (São Leopoldo), bem como na Unidos de São José na cidade de Cruz Alta. É o verdadeiro amor de mãe para a filha na arte da Porta-Estandarte.

27140159_1779107548800474_727342482_o

Bate-papo com André Filosofia

No início do mesmo, a consagrada Porta-Estandarte Sueellen Sueh fez a seguinte declaração: “Cheguei no Bambas para ser a Terceira Porta-Estandarte. No entanto, com a saída da Shaienne Sehnem para o Carnaval 2017, me tornei a Primeira Porta-Estandarte da escola mais antiga de Porto Alegre”.

E completa: “Trata-se de um sentimento inexplicável ostentar esse pavilhão maravilhoso. Desfilar no Porto Seco é algo mágico e que espero o ano inteiro. É uma enorme responsabilidade, mas também um grande prazer”

Acerca da enorme rivalidade com a Imperadores do Samba, a Porta-Estandarte do Bambas da Orgia assinala que “tal rivalidade se assemelha ao Grenal no futebol. É muito lindo quando uma delas desfila na Passarela e todos se levantam para dançarem ao som do samba de enredo. Contudo, o nosso Carnaval é composto de maravilhosas agremiações e todas realizam um espetáculo inesquecível”.

No que tange a filha Kaylane Garcia Paes, Suellen afirma “que a minha filha sempre amou o bailado da Porta-Estandarte. Neste último Carnaval, o Diretor da Império da Zona Norte Leandro Martins a convidou para ocupar o cargo de Porta-Bandeira Mirim. Não vou negar, foi um enorme orgulho ver minha filha ostentando o pavilhão no Porto Seco”.

E finaliza: “Tomara que ela siga meus passos e se torne no futuro a  Primeira Porta-Estandarte de alguma agremiação. Eu e o Wagner (consagrado compositor e percussionista gaúcho, pai de Kaylane) ficaremos realizados!”.

Veja algumas fotos de mãe e filha:

 

 

 

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *