Porto Alegre – “Ter meu nome gravado na história da escola do coração é uma felicidade ímpar” – declara compositora do Bambas Michéle Volkweis

michele 1

“E o amor não tem cor: Liberdade! / Cantando Mandela, a voz da igualdade / Em seu centenário eu rufo o tambor / Voa altaneira em seu esplendor”

Com esses belíssimos versos, a compositora Michéle Volkweis escreveu seu nome na história da tradicional escola de samba porto-alegrense Bambas da Orgia.

Ao lado dos parceiros Jackson Nascimento, Gustavo Mendes e Claudio Mattos, compôs um dos grandes sambas da safra porto-alegrense 2018.

Como se sabe, a Azul e Branco desenvolverá o enredo “É tempo de liberdade! No centenário de Mandela, Sou Bambas da Orgia, a Águia Altaneira da Igualdade” desenvolvido pelo temista Pedro Linhares.

Em conversa com o repórter André Filosofia, fez inicialmente a seguinte declaração: “ganhar um samba enredo no Bambas é um sentimento inexplicável. Na verdade, eu jamais imaginei que um dia isso poderia ocorrer. Ter meu nome gravado na história da escola do coração é uma felicidade ímpar. Poucas vezes senti tanto orgulho de mim mesma”.

E completa: “O samba tem um apelo sentimental forte. Ao lado dos meus parceiros, tentamos trazer um pouco da história e da luta de Mandela pela liberdade e igualdade.  Além disso, há na obra a reflexão sobre a questão racial que ainda perdura atualmente”.

OBS: Na foto do meio, a emoção do anúncio da vitória do concurso ao lado do noivo Gustavo Mendes (um dos autores do samba).

Por fim, declara que “meu grande sonho para o Carnaval 2018 é que o mesmo aconteça de fato em Porto Alegre. Como se sabe, não há nenhum incentivo governamental para a realização da nossa folia, além de uma certa acomodação da comunidade carnavalesca em geral.

Espero de coração que nossos desfiles ocorram e que todas as escolas realizem belos espetáculos!

No que diz respeito a nossa escola, espero que consigamos superar nossas dificuldades e que contemos da melhor forma possível a história desse grande homem que foi Nelson Mandela.

Ademais, gostaria de saudar toda a Nação Azul e Branco e fazer um apelo de união em prol da nossa grande Águia! Avante Nação, vamos à luta!

Muito obrigado ao site Na Avenida pela oportunidade e ao Carnaval de Florianópolis pela integração com a nossa Folia”.

Agora veja o vídeo oficial do samba enredo do Bambas da Orgia 2018

 

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

One comment

  1. Ótima entrevista. Apesar da falta de incentivo dos governantes, nosso povo merece brincar, pular, ficar alegre para que os efeitos do estresse do cotidiano sejam minimizados. Parabéns ao Bambas da Orgia que apesar das dificuldades nos brinda com este belo samba, para nossa reflexão sobre problemas bem atuais, embora a comemoração seja dos cem anos desta personalidade mundial.
    Parabéns à minha filha Michéle Volkweis que soube bem retratar o sentimento dos foliões de Porto Alegre e parabéns também ao “Na Avenida” por esta iintegração entre nossos carnavais.

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *