Prefeitura cria eventos para tentar enfraquecer desfiles das escolas de samba

thiaguinho_1
(Foto: Pedro Curi/TV Globo)

Prefeitura de Florianópolis divulgou programação de shows nacionais que acontecerão na Avenida Paulo Fontes. Os Shows estão programados exatamente no dia e horário dos desfiles das escolas de samba de Florianópolis. Na sexta-feira 28 de fevereiro se apresentam Leo Santana & Parangolé, banda baiana de axé. Sábado 1º de março é a vez do samba do Art Popular.  No domingo, o pagode de Thiaguinho.

Esta atitude esta sendo comentada como uma programação que vem contra os desfiles das escolas de samba de Florianópolis. Colocar atrações nacionais gratuitas próximo à passarela do samba, trancando o transito em torno do mercado publico, dificultará ainda mais a realização dos desfiles.

Quem desfila na passarela, sabe que as condições para chegar próximo de carro é extremamente complicada. Para dificultar, a venda de ingressos é sempre uma questão que gera muita polêmica. Enfim, a organização do carnaval de Florianópolis em nenhum momento pensou na viabilidade de locomoção de milhares de pessoas, nem no reflexo que possa acontecer em ter dois grandes eventos acontecendo ao mesmo tempo no centro de Florianópolis.

Novamente a falta de conhecimento e preparo causarão grandes transtornos para o carnaval de Florianópolis.

Se querem complicar e deixar cada vez pior, estão conseguindo!

CompartilheShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

2 comments

  1. Não penso desse jeito, numa cidade turística e com o bom exemplo do carnaval do ano passado, que foi um dos melhores carnavais de rua, com blocos e shows nacionais, organizado, com o retorno das famílias, e principalmente com segurança. Acho que deve se repetir sim para o bem da cidade e das milhares de pessoas que lotaram as ruas no carnaval passado. E as escolas de samba ainda na dependência do dinheiro público, com fantasias superfaturadas, e a total desorganização, prefiro sim ir aos shows na praça. Porém respeito todos os simpatizantes, trabalhadores e foliões que pagam por suas fantasias e ou ingressos para o desfile, no entanto já que as escolas utilizam do jargão “o povo do samba de Florianópolis não merece o descaso com o carnaval”…. não deveriam se preocupar, pois seu “povo” (público) estaria garantido. Ou não?????

  2. Colocar Axé nas imediações da Nego Quirido em dia de desfile é brincadeira. Despreparo total desta administração que só faz desprestigiar aqueles que fazem o carnaval. O prefeito Jr. vai conseguir afundar com o carnaval das escolas de Floripa que vinha em um processo de ascensão. Se eles não gostam de carnaval, deixa quem gosta curtir. Fiquem lá em Jurerê com as baladas eletrônicas!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *