Quando o santo de casa não faz milagres…

IMG-20170901-WA0018

Olá, povo do samba!

Novamente ratificamos nosso compromisso com a cultura do samba, em especial das escolas de samba. Nossa praça é Florianópolis, mas também cobrimos outras.

A imagem que abre o presente editorial foi nos enviada de forma oficiosa e ficamos aguardando o posicionamento oficial da LIESF antes de publicar.

Por sermos um canal que também divulga o carnaval de Florianópolis, contando com o trabalho voluntário da equipe, não faltaram mensagens questionando se acaso era oficial o calendário, ou se sabíamos de alguma coisa.

A resposta na ocasião foi simples: oficialmente não! Parece-nos prudente aguardar qualquer posicionamento da LIESF, uma vez que entendemos ter coerência o discurso de seu presidente ao falar que “não se falaria em carnaval 2018 sem resolver o carnaval 2017”, além de termos assumidos o compromisso de aguardar mensagem oficial antes de publicar.

No entanto, foi baseada na afirmação supra que alguns profissionais do carnaval 2017 nos questionaram sobre a veracidade da agenda publicada, uma vez que não houve, até o momento, quitação dos seus trabalhos. Por nos colocarmos como porta-vozes do povo do samba, sentimo-nos à vontade para questionar se de fato houve quitação ou pelo menos encaminhamento do carnaval passado?

Conforme já narrado, assumimos o compromisso com o presidente da LIESF de aguardar mensagem oficial da entidade antes de publicar a fim de sermos colaboradores e ferramenta para edificação da nossa cultura. Ocorre que, por exemplo, soube-se através de um meio de comunicação que a LIESF criou uma “comissão supraparlamentar de democratização do Carnaval” às 17h25min, do dia 01.09.2017, porém a publicação oficial se deu às 17h31min e sequer foi encaminhado mensagem a este meio.

Num primeiro momento, o leitor pode pensar que nos sentimos preteridos. Na verdade não, pois isso seria característico de quem quer ter exclusividade da informação, o que na nossa opinião, não é saudável se a intenção é dar publicidade para a nossa cultura. Tampouco queremos ser os primeiros a sabermos das novidades, mas apenas que se cumpra o acordado e seja enviado mensagem com o posicionamento oficial da entidade para não gerar especulações ou más interpretações. A outra razão é que somos todos voluntários e não há disponibilidade de se ter alguém exclusivo para fazer pesquisas em sites/redes sociais da LIESF, por isso o compromisso com a LIESF. Se na solenidade de posse ouvimos “Na Avenida, precisamos de vocês”, parece que a prática é diferente.

Lembramos que no ano em que não houve transmissão pela TV dos desfiles das escolas de samba de Florianópolis,  esta equipe conseguiu, com muito sacrifício, realizar a  transmissão das imagens pela internet.

Lembramos, ainda, que mesmo tendo transmissão dos desfiles pela TV, em 2017 fechamos parceria com uma rádio local e uma rádio on line do Rio de Janeiro, permitindo a transmissão ao vivo via internet e que teve boas referências na capital do samba, além de sermos o único canal que divulga durante o ano inteiro as atividades das agremiações.

Ratificamos que não queremos exclusividade, apenas respeito ao que se combina.

Os trabalhos permanecerão da mesma forma como tem sido desenvolvidos, conforme combinado, aguardando mensagem da LIESF acerca das informações.

Nosso compromisso central é com a cultura do samba e não com a LIESF, com quem temos apenas um acordo acerca das notícias. Isso nos permite ter a liberdade de expressar tudo aquilo que for bom para a edificação da cultura do samba.

Enquanto isso, colocaremos em prática alguns dos projetos desenhados! Vem coisa boa por aí!!!

Gostaríamos apenas de romper com o tabu conhecido naquele o velho ditado: “Santo de casa não faz milagre!”

Equipe Na Avenida – Ano VI (equipenaavenida@gmail.com)

 

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *