Ritmistas doam sangue dentro e fora da avenida

Estamos acostumados a ver os ritmistas das baterias de escolas de samba dando sangue para fazer a festa na avenida. Sem perder o ritmo, em busca da nota 10, é comum ver gotas de sangue nos instrumentos. Força, suor, determinação, foco, são palavras que fazem deste foliões serem reconhecidos como as principais atrações nos desfiles de escolas de samba. Mas não somente de avenida vive o povo do carnaval. Durante o ano as escolas fazem eventos sociais, sempre buscando trabalhar com as comunidades, interagindo e agregando valores nos trabalhos sociais. Hoje, podemos ver um exemplo nobre. Ritmistas da bateria Ordinária da escola de Samba Consulado, se reuniram e foram ao Hemosc fazer uma ótima ação; Doar sangue.

Sabemos que o Hemosc esta sempre precisando de doações de sangue e plaquetas, porém, é normal não atendermos o pedido da instituição. Na maioria das vezes, atendemos quando alguém conhecido necessita da doação. Mas hoje, os ritmistas da Consulado abraçaram a causa de “fazer o bem, sem olhar a quem” e foram doar sangue.

Atitude nobre, que poderia ser repetida outras vezes durante o ano e com outras baterias e grupos organizados do samba.

Esse exemplo não é feio copiar.

Curta, compartilhe, copie a ideia… doe você também.

Parabéns aos Amigos da ordinária Gres Consulado … dax zum banho!

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *