Vitória – Dicesar Rosa Filho faz suas análises dos ensaios técnicos das escolas: São Torquato, Unidos da Piedade e Mocidade Unida da Glória.

SÃO TORQUATO
A São Torquato veio com um bom número de componentes e bem organizada, evoluindo bem com suas alas e segmentos. O samba enredo é bom, entretanto desentendimentos entre intérprete oficial, o Thor, e conjunto musical podem prejudicar esse quesito. A bateria com mestre Renatinho à frente teve um bom desempenho, assim como o casal de Mestre Sala e Porta Bandeira, Tony Silvanetto e Renata Costa que fizeram um lindo bailado.

A Comissão de Frente exibiu uma bela coreografia, com cenas do cotidiano dentro de um bar. Interessante!

Se superar, a contento, os problemas na parte musical a São Torquato disputa uma boa colocação ou quem sabe o tão almejado título.

A agremiação é a quarta escola a desfilar na sexta feria dia 22 com o enredo “O bar e o sonho, terra de todas as gentes … deixa quem quiser falar a Independentes vem cantar”.

PIEDADE
Apesar da chuva que caiu durante sua apresentação a “Mais Querida” veio com muitos componentes, bem organizada e animada, demonstrando muita garra para chegar nas primeiras colocações.

Danilo Cezar, intérprete oficial, seguro e com sua bela voz levou muito bem o excelente samba enredo da agremiação, assim como a bateria Ritmo Forte, com Mestre Sapo, empolgaram na avenida.

Exibição muito boa do casal de Mestre Sala e Porta Bandeira Weskley e Alana e aqui destaco uma novidade bacana que é o casal mirim Luan Igor e Yasmim com um desempenho de “adulto”.

Comissão de Frente, coreografada pelo próprio carnavalesco Paulo Balbino fez uma grande exibição. Menção especial para a Rainha de Bateria Rose Oliveira com uma fantasia vibrante e que deve ser apenas um aperitivo do que vem por aí.

A Piedade traz o enredo “Felis Catus, sagrados e mal ditos “, falando sobre gatos e várias épocas, e será a segunda escola a desfilar no dia 23, sábado.

MOCIDADE UNIDA DA GLÓRIA (MUG)
Todo ano é mesma conversa: esse samba da MUG é repetitivo, parece o dos anos anteriores, será que vai? …  mas o fato é que a comunidade, que chegou “volumosa” abraçou e cantou o com empolgação o samba enredo interpretado por Thiago Brito. A escola veio bem organizada e mostrou que também está na briga pelo título, apesar dos poucos problemas de evolução e que podem ser corrigidos pela competente equipe da agremiação.

Bateria Pura Ousadia deu um show, com o Mestre Carlão caracterizado como o “Coringa” evoluindo e saudando o público juntamente com a Rainha Fernanda Figueiredo. Coube ao diretor Edmar Cruz, mesmo em cadeira de rodas, comandar a bateria. Emocionante.

Gessya e Juliander, casal de Mestre Sala e Porta Bandeira brilharam em seu bailado, assim como a Comissão de Frente com linda coreografia.

A escola levará para a avenida o divertido tema “Sorrir e sambar é só começar! “e será a terceira a desfilar no sábado, dia 23 de fevereiro.

Comentários finais
Os ensaios técnicos mostraram um equilíbrio na disputa pelo título, tanto no Grupo Especial (sábado) como no Grupo A (sexta feira).

Pelo que apresentaram, pelo menos 5 agremiações em cada dia têm condições de chegar lá!É esperar as fantasias e alegorias e sentir aquele “friozinho na barriga”.

CompartilheShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *